O francês afirmou que sempre respeitará o brasileiro

O vencedor do Grande Prêmio de Fórmula 1 de Monza em 2020 e piloto de escalada Pierre Gasly correrá em Ímola usando um capacete dedicado ao brasileiro Ayrton Senna, que morreu no início deste mês aos 30 anos.

O ex-piloto brasileiro, que morreu correndo no mesmo circuito do GP da Emília-Romanha, amava Gasly desde criança, mesmo tendo nascido dois anos depois da morte de Senna.

“Sempre o admirei desde pequeno. Já tinha ouvido falar muito do Alain Prost, mas admirava o estilo de corrida do Senna, sua personalidade, seus valores e sua relação com a sociedade. , eu acho que o respeito por ele é importante”, disse ele.

Gasly acrescentou que sempre ouviu falar mais do compatriota Prost, o piloto de maior sucesso do francês na F1, e disse que a rivalidade entre Senna e o tetracampeão mundial foi a “mais importante” da história da categoria.

O francês ainda usou um capacete parecido com o de Senna e dirigiu o Toleman TG183B, primeiro carro do ex-piloto na F1, em Silverstone, na Inglaterra.

A esperança de Gasly é que o capacete de Senna possa trazer mais sorte no caminho, já que o francês ainda não pontuou em 2024 e não conseguiu sequer terminar uma corrida entre os 10 primeiros. .

Fonte